sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Exposição "O Corpo do Modelo" > Catarina Azevedo Tavares > 1 a 19 de Fevereiro



O Corpo do Modelo 

Catarina de Azevedo Tavares nasceu em 1984 em Lisboa. Iniciou o seu percurso de desenho na Sociedade Nacional de Belas Artes em 2002. O Modelo, foi desde sempre, o seu tema principal no desenho, tema que tem continuado a explorar, em inúmeros cursos, workshops e sessões livres. É também, no modelo que se aventura a experimentar variadas técnicas: lápis de cor, pastel seco, lápis de cera, tinta da china, aguarela, guache, etc. Esta exposição reúne os últimos 5 anos de aprendizagem e experimentação da autora, numa série de trabalhos em diferentes formatos, técnicas e tempos de desenho. O corpo humano é uma fonte inesgotável de inspiração. 


The Body of the Model

Catarina de Azevedo Tavares was born in Lisbon in 1984. She started her academic training in drawing and painting in the Sociedade Nacional de Belas Artes in 2002. Her first subject was live model. This she has continued to explore it in several workshops, courses and other sessions, experimenting with techniques such as watercolor, crayon, dry pastel, indian ink, gouache, etc. This exhibition covers a series of works in different sizes, techniques and drawing "times", encompassing the author's recent years of learning and experimentation. The human body is an unending source of inspiration.

Solo Piano > Alex Zethson > 7 JAN > 21H30



quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Recital de Ano Novo > "Clássicos na Livraria" > Teresa da Palma Pereira > 21 JAN > 18H


Performance beME > 26 de Janeiro > 22h30



'beME' na Livraria Ler Devagar > LX Factory > 26 Janeiro > 22h30

Autor: Sá Cabral

Performer: Luis de Portugal II


beME é uma performance em Lab com origem na obra Never Enough... (2004) do autor, que visa relacionar a imagem do corpo à auto-imagem e a extra-imagem. O Eu a selfie e a mutação no rasgar da carne.
beME is a performance under Lab from the artwork Never Enough... (2004) from the author, which aims to relate to body image self-image and extra-image. The I the selfie and the mutation in the tearing of flesh.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Lançamento "Al-manãkh | Calendarium - O Tempo das Coisas" > Inês Milagres > 16 Dezembro > 17h00


 Al-manãkh | Calendarium - O Tempo das Coisas 

Sobre o TEMPO DAS COISAS 

Este pequeno manifesto é algo simples e por isso é um contínuo agradecimento aos meus antepassados, à Mãe Terra que me recebe a cada dia, ao Pai Sol que me aquece a cada instante. 

OBSERVAR | INTERPRETAR | SIMPLIFICAR são 3 dos alicerces da vivência com a Natureza. 
Observar o que nos rodeia com a verdade do sentir.
Interpretar o tempo que que está em constante mutação. 
Simplificar a nossa ligação e sermos mais ágeis a movimentarmo-nos no meio. 

É também um apelo ao AGORA - estarmos onde realmente estamos! 
O hoje, o momento a cada momento! A expressão sincera e verdadeira! 
O sentir e valorizar as coisas simples, pois é esse o presente da vida. 

Os desenhos que percorrem o ano, vão mostrando alimentos sazonais, as receitas simples - são que  “não receitas” - a valorização da colheita espontânea, a comida silvestre, que surge a cada tempo, o ar livre, a partilha com as pessoas que gostamos e claro o cuidar da Terra. 

É um caminhar….


quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Lançamento do Livro "No Tempo Suspensa" > 20 Dezembro > 18h30


No Tempo Suspensa

Marta rememora o episódio de abuso sexual de que foi vítima em  criança e relembra o país  em que esse abuso ocorreu, a sua relação com os pais, os irmãos  , as amigas , assim como    a sua vida amorosa   ,    procurando perceber até que ponto  essas relações foram  afectadas e induzidas por esse abuso, interrogando-se continuamente sobre as sequelas que essa experiência  deixou em si, e como pode ter contribuído  para a sua incapacidade de se relacionar com os outros e de com eles entrar em contacto  ( num plano de igualdade  , e  em que a intimidade naturalmente aconteça.)


Sobre a Autora: Rosa Abelaira nasceu em Coimbra em 1949.
É psicóloga. Como escritora já publicou:
“À hora da sesta” em 1980, na Editora Regra do Jogo
Sob o pseudónimo de Rita Cerdeiros publicou:
“ As Hortênsias brancas e as bicicletas” em 1996, na editora Fenda
E “ Maria Callas , de Lúcia a Violeta” em 1997, na Editora Pergaminho)
Retomando o nome de Rosa Abelaira , em 2014 publicou em França nas Éditions Baudelaire, “Au Temps Suspendue ou L’Abus et l’Intimité”, versão francesa deste romance agora publicado na sua versão original pela Chiado Editora.


Oficina Papel Tesouro > 8 Janeiro > 11h-13h

8 Janeiro > Oficina Papel Tesouro

O papel dos livros conta-nos histórias mas tem, ele próprio, a sua.
Nesta oficina vamos descobrir como o papel foi uma extraordinária invenção e como podemos produzir tal tesouro.

----

Oficinas para crianças dos 6 aos 12 anos
Das 11h às 13h
2º domingo de cada mês
6€ por participante

Oficinas:
8 Janeiro > Papel Tesouro
12 Fevereiro > História fora da Página
12 Março > Monstrengos Pop-Up
9 Abril > Livro Mecanismo
14 Maio > Vida-Folha-Folha-Vida
11 Junho > Livro Desalinhado

Programa detalhado em Facebook: andaimecooperativacultural

Inscrições para o e-mail: andaimecooperativacultural@gmail.com | Telefone 934490950

Oficinas Artísticas para Crianças > Janeiro a Junho > 11h-13h



SER LIVRO
Oficina de criação de Livros Artísticos
Um projeto da ANDAIME – COOPERATIVA CULTURAL

Oficinas para crianças dos 6 aos 12 anos
Das 11h30 às 13h
2º domingo de cada mês
6€ por participante

Oficinas:
8 Janeiro > Papel Tesouro
12 Fevereiro > História fora da Página
12 Março > Monstrengos Pop-Up
9 Abril > Livro Mecanismo
14 Maio > Vida-Folha-Folha-Vida
11 Junho > Livro Desalinhado


Os livros são objetos mágicos. São portas para novos mundos, outros seres, tempos, histórias, novos saberes. São viagens de ida e volta, ou não, pois um verdadeiro “livrista” salta aventureiramente de um livro para outro, sem destino à vista. Os livros transportam-nos pelo mundo fora, pois a imaginação não tem limites, mas também por dentro de nós, pelos carreiros estreitos da memória ou por jardins de sonhos e projetos futuros. Nesta oficina vamos contar, desenhar e escrever histórias nossas, reais ou inventadas, e construir um objeto-livro com a forma que cada um quiser dar. Um Ser Livro é livre, único e irrepetível, como cada um de NÓS.

SER LIVRO é um projeto de educação artística a desenvolver em bibliotecas, livrarias e outras instituições culturais interessadas. Visa promover a criação artística plástica e literária e fomentar o gosto pela leitura e pelo manuseamento de livros.
Estrutura-se em quatro grandes áreas de exploração que poderão ser adaptadas ao contexto, conteúdos ou temáticas que o espaço pretende promover, por exemplo, trabalhar uma ou várias obras de um autor, um tema específico ou um dia comemorativo.

Propõem-se as seguintes áreas de exploração:
1. Desenvolvimento de atividades de leitura e de escrita criativa;
2. Criação e exploração artística de papel artesanal;
3. Ilustração através de diversos materiais e técnicas gráficas/plásticas e de impressão artesanal;
4. Planificação e construção do “Objeto – Livro” recorrendo a formatos já existentes (de encadernação tradicional, livro instantâneo, pop-up, em harmónio, rolo, etc) e outros criados pelos participantes;

Estas áreas podem ser desenvolvidas individualmente como sessões independentes, condensadas e articuladas num curso intensivo de uma semana ou ao longo do ano letivo. Ser Livro pode ter um formato de curta duração (uma manhã ou uma tarde), média (uma semana) ou longa (durante um ano letivo completo).

Público-Alvo: Todas as pessoas com mais de 6 anos, mesmo as que não gostam de Ler.

Objetivos:
● Promover a criação plástica e literária
● Fomentar o gosto pela leitura e pela escrita
● Estimular o prazer de manusear livros
● Dar a conhecer autores, livros e histórias
● Experimentar várias disciplinas artísticas, técnicas e materiais de expressão plástica
● Contribuir para o desenvolvimento da criatividade, da curiosidade e da vontade de descoberta
● Desenvolver capacidades expressivas e comunicativas
● Promover atitudes positivas consigo próprio, com os outros e com o meio

O que é a ANDAIME? Andaime é uma cooperativa cultural que atua em três áreas: Arte, Ambiente e Educação. Visa produzir, promover, investigar e divulgar atividades de cariz artístico, educativo e ambiental, em múltiplos contextos, tipos de público e realidades socioeconómicas. É formada por uma equipa de artistas plásticas com experiência na área da educação artística e ambiental em escolas, serviços educativos de museus, centros e galerias de arte e em bairros sociais.

Orientadoras da ANDAIME:
Alice Neiva
Ana Teresa Magalhães
Catarina Sá
Sílvia Moreira

Contactos:
Programa detalhado em Facebook: andaimecooperativacultural
Inscrições para o e-mail: andaimecooperativacultural@gmail.com | Telefone 934490950

Apresentação do Livro "Bonecos & Reverências" > 27 Dezembro > 18h30


Quarteto Al JAZZ'ERA > 14 , 21 e 28 Dezembro > 22h00


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Seminário Banda Desenhada e Pensamento Político > 2ª sessão: Cibernética e Transhumanismo > 10 DEZ > 18h00


Lançamento do livro “Sopa, Sim!” > Maria Inês Antunes > 7 DEZ > 21H30


É Londres, bebé > Aventuras e desventuras de uma artista emigrante > 22 Dezembro / 6 Janeiro > 21h30


É Londres, bebé > Aventuras e desventuras de uma artista emigrante


Texto: Joana Pereira

Encenação: Ju Sofia Prata

Interpretação: Ju Sofia Prata

Cartaz: Miguel Godinho

Dias 22 de Dezembro e 6 de Janeiro 21h30

Entrada Livre


Sinopse:

Grande parte das pessoas pensa que no estrangeiro se está melhor que em Portugal. Mas será mesmo? O meu nome é Ju, aspirante a encenadora, actualmente a viver em Londres, depois de abandonar subitamente a minha vida e recomeçar do zero. Não está fácil, e são mais que muitas as aventuras e diferenças culturais que tenho enfrentado, eu e os meus amigos portugueses também a viver por cá.
Uma peça cómica, que desmistifica Londres e prova que é impossível emigrar e não sentir constantes saudades de Portugal.
(Baseado em factos e testemunhos reais)