sábado, 22 de abril de 2017

Concerto > Vatsun + João Tamura > 28 ABR > 21H30

Vatsun pode significar “palavra” ou "discurso" em sânscrito, e designa um estilo poético. Como nome desta viagem, Vatsun homenageia a origem, que agora é tomada agora pela vida das suas canções. Na música, as delicadas melodias de piano são recortadas por batidas pesadas e ameaçadoras. Nas palavras, uma homenagem à vida. Vatsun tenta criar originalidade quando é quase impossível, porque o que importa mesmo é só cantar outra vez.

Vatsun é um projecto independente de música electrónica com canções em português. É formado por Sérgio Deuchande que canta, escreve e produz as batidas eletrónicas, e por Bruno Garcez que toca Microkorg e assiste na composição e produção musical.


Siga o evento no Facebook

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Concerto > Before You Go > 27 MAI > 22H00



Os Before You Go estão a levar aos palcos o primeiro álbum de originais. O rock alternativo é o género com mais protagonismo na banda formada pelo Regi na guitarra, Florian na bateria, Nuno no baixo e a Mariana na voz e sintetizador. A formação existe desde 2014 e este ano contam ter disponível o álbum em formato físico e digital.

Workshop > Prevenção do Fracasso > Não Conhecer os Clientes > 4 MAI > 14H00



Mais informação em failproofbusiness.academy/workshops.

Workshop > Semana do Empreendorismo > Não há interesse no Mercado > 3 MAI > 18H30




Visionamento da Série "Couples - How I Met My Ex" > 6 de Maio > 21H00



Carolina Deslandes > Apresentação do Blog > A vida toda > 20 de Abril > 18h30


domingo, 16 de abril de 2017

Sessão de Contos e Música > Lançamento dos cadernos de contos > António Gouveia > 21 ABR > 19H00



António Gouveia, autor e contador de histórias junta-se aos músicos André Matias (contrabaixo) e Daniel Matias (saxofone) para apresentar os seus cadernos de contos "batata doce assada com leite condensado", "desces as escadinhas e viras à esquerda" e "estimado cliente".

Estes cadernos de contos, em edição de autor e em formato de literatura de cordel, são uma forma de partilhar os textos e o imaginário narrativo deste contador de histórias, nascido em Benguela.

Vivências pessoais, episódios ímpares, situações estranhas, observações do quotidiano, invenções do quotidiano... tudo se junta para desfilar num discurso narrativo ou em textos que nos apresentam uma outra perspectiva.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Concerto > Sophie Hutching / Lucas > 29 ABR > 19H00


Sophie Hutchings


Desde os seus primeiros anos a tocar piano enquanto mais ninguém se encontrava em casa dos pais, a australiana Sophie Hutchings tornou-se, nos dias de hoje, numa compositora e interprete reconhecida mundialmente.

Frequentemente comparada a Michael Nyman, Max Richter, Dustin O'halloran, Nils Frahm, Sophie tem recebido críticas bastante elogiosas, tendo a MOJO Magazine descrito o seu trabalho como "vigoroso, enérgico e extremamente melódico". O álbum de estreia figurou no Top 5 das produções independentes desta conceituada publicação, tendo continuado a impressionar e a receber mais elogios desde então. As composições de Sophie são emotivas, de um certa ingenuidade até, mas simultaneamente cheias de ironia, convidando-nos a uma escuta atenta e absorvente através das surpresas que é capaz de criar.

Nos seus concertos, Sophie equilibra a beleza da fragilidade com um profundo sentimento de urgência. Há uma densidade que tanto nos pode conduzir para territórios de um certo encantamento, como para zonas mais sombrias. É esta capacidade rara de reunir polos tão opostos que tornam o seu trabalho tão distintivo, conferindo uma visão autoral bem vincada.

As suas composições são a manifestação de um universo bastante variado ora de melodias elegantes e envolventes ora de momentos mais épicos e urgentes. Juntamente com o piano, o recurso ao violino e violoncelo permitem expandir o horizonte que as suas composições podem adquirir, ao mesmo tempo que lhe dão corpo e aprofundam as pequenas matizes e ligam cada pequeno detalhe tão característico do trabalho de Sophie Hastings.

SPOTIFY | Sophie Hutchings

VIDEO | Sunlight Zone | Shadowed | Live at ABC National Radio

WEBSITE | www.sophiehutchings.com


FACEBOOK | www.facebook.com/SophieHutchingsMusic

Siga o evento no Facebook.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Dia Mundial da Fotografia Estenopeica > Oficina de Fotografia Estenopeica > 29 ABR das 12h às 18h > 30 ABR das 11h às 15h





Para mais informação:

Site do Dia Pinhole
Blog BURACODEAGULHA
Blog Câmara Estenopeica
Página de Facebook Pinholadas
Grupo de Facebook

Coloque questões:
pinholeiro@gmail.com


As ferramentas e restantes materiais serão disponibilizados
Apoio da oficina:  10 pinholadas 
Tragam uma pen




Concerto > Duo Corcova > 20 MAI > 20H30


Duo Corcova; Laura van de Woord (violino) e Jeroen Hobbel (guitarra). O duo foi formada em 2002 através do interesse comum na música clássica e world music.
Com estes estilos que eles executam na Holanda e no exterior. Em 2012, eles fizeram o seu CD de estréia “Violino e Violão ‘em Tam Tam estúdio de Lucas van Merwijk. Em dezembro de 2014, o CD lançado Bacalhau, novamente em esferas brasileiras. No ano passado eles foram a várias vezes na Radio 1 no programa ‘Vroege Vogels’ na Holanda. Eles também foram ouvidos no programa “Brazilian Blend” e ATOS Radio. Além de dar concertos ambos trabalham como professores de música em Cascais, Portugal.

Laura van de Woord estudou violino com Kati Sebestyen no Conservatório em 2000 e recebeu sua diploma. Durante o estudo frequentou vários cursos de aperfeiçoamento para música de câmara, com Storioni Trio e Alexander Hrisanide e outros. Participou em vários cursos de música de câmara na Suíça, Espanha e Áustria. Depois de seus estudos ela foi treinada no violino de Andras Czifra e a viola com Ervin Schiffer. O pianista americana Susan Mc.Adoo deram concertos na América. Ela interpreta sólida na Orquestra Cantata Wilhelmina em Dordrecht. Aqui eles substituído o ano passado, o concertino Jouke van der Leest. De setembro de 2002 até julho 2015 lecionou na ToBe cultural (escola da música) e toca em vários conjuntos de música de câmara, incluindo o
Duo Corcova e o Art du Monde Ensemble.

Jeroen Hobbel estudou guitarra classica com Hans van Goch e Dick Hoogeveen no Conservatório de Roterdão, onde se graduou em 2000. Frequentou masterclasses com John Mills e Dick Visser. Então ele atirou-se por um tempo cheio de entusiasmo com o estudo “Tango Argentino” também no Conservatório de Roterdão. Ele foi associado a partir de 2005 até julho de 2015 para ToBe cultural (escola da música) professor de guitarra e direção musical da orchestra. Jeroen tem nos últimos anos fez um membro de vários conjuntos, incluindo: Guitarras Porteñas e Nuevos Tangueros. Atualmente ele toca nos seguintes conjuntos: Duo Corcova e o Art du Monde Ensemble. Ele deu vários conjuntos em casa e concertos no exterior. Actuou como solista com orquestras e coros.

Site, Facebook

Exposição Juvebêdê > 20 Anos em Imagens > 25 ABR — 6 MAI


Blog JUVEBÊDÊ

Site

Facebook

quinta-feira, 6 de abril de 2017

The Therapist: Lançamento > As 5 Cores da Cozinha Saudável > 27 ABR > 19H



Receitas simples, rápidas e deliciosas (e sem açúcar!) da autora do blogue Made by Choices.

Vânia Ribeiro estava já no terceiro ano de Psicologia, quando o acaso lhe bateu à porta e, num curso de massagem indiana, descobriu a Naturopatia. Foi uma revelação. Decidiu começar do zero e mudar de vida. E mesmo a tempo. Tinha problemas de saúde desde a adolescência, gripes frequentes, acne severa, quistos na mama... Os médicos não ajudavam, ou ajudavam pontualmente. E a dieta, essa continuava na mesma: alimentos processados, muito açúcar, muitas batatas fritas.  Depois de concluir o curso de Naturopatia, ainda tinha problemas. Mas nessa altura já tinha os conhecimentos para se curar. Começou a encarar a sua saúde de uma forma holística. E percebeu que estava na hora de pôr o avental e ir – a contragosto – para a cozinha.
Hoje a Vânia, aos 30, tem muito mais saúde e energia do que tinha aos 20. E apenas precisou de reformular radicalmente as sua escolhas alimentares (daí o nome do seu popular blogue, Made by Choices). Acabou com os alimentos processados e com o açúcar. Dedicou-se em primeiro lugar aos vegetais. E começou a fazer magia na cozinha.
Este livro mostra tudo o que a Vânia aprendeu. Sempre vegetais, sempre sem açúcar. E tudo organizado em função das cores, porque elas transmitem estímulos, vibrações e informações importantes acerca do alimento. Cada cor ou pigmento de um alimento corresponde a determinados fitonutrientes essenciais para a protecção, defesa, regeneração e eliminação de toxinas do nosso organismo.

Conheça o espaço The Therapist

sexta-feira, 31 de março de 2017

Printemps Littéraire Brésilien > 1 ABR > 15H30


Leitura e formação do escritor. 

Com Andrea Nunes, Marcos Peres, Rafael Gallo, Marcelo Moutinho, Henrique Rodrigues e Julia Wähmann
Moderação : Prof. Dr. Leonardo Tonus (Université Paris-Sorbonne)

A Primavera Literária Brasileira (Printemps Littéraire Brésilien)  inscreve-se numa perspectiva pedagógica e se estende aos campos da promoção e divulgação da cultura e da literatura lusófonas. Trata-se de um encontro anual europeu inicialmente idealizado para promover e ampliar a formação de estudantes em letras inscritos nos cursos de português em instituições europeias. Desde a sua criação em 2014  pelo professor Leonardo Tonus (Université Paris-Sorbonne) o evento já se consolidou como um importante espaço de discussão literária, potencializando leituras e enriquecedoras experiências culturais em torno da língua portuguesa.
Mais de 30 romancistas, contistas, dramaturgos, poetas e ilustradores participarão da quarta edição da Primavera Literária Brasileira  que acontecerá entre os dias 20 de março e 5 de abril de 2017, em quatro países europeus (França, Bélgica, Portugal e Espanha). Debates, leituras, saraus literários, lançamentos de livros e ateliês de escrita criativa serão organizados em livrarias, centros culturais, espaços institucionais ou voltados ao ensino, em Paris, Bruxelas, Lisboa, Óbidos, Évora, Sintra e Barcelona.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Concerto > Band'Olim > 21 ABR > 21H30


Da junção de dois mundos musicais diferentes com percursos, histórias, influências e vivências próprias, nasce em 2013 um novo som: os Band’Olim, um projecto de originais com raízes na tradição musical portuguesa, folk e clássica e que, no fundo, está a procura da sua própria voz.

Pedro David (Flauta Transversal, Guitarra, Violino e Voz) e 
Helena Reis (Piano, Bandolim, Adufe e Voz)

Video Band'Olim - "Pirata"

quarta-feira, 29 de março de 2017

Exposição > Jacek A. Ulinski > Kasia Wrona > Inauguração 8 MAI > 18H30 — até 28 MAI




Jacek A. Ulinski
Nascido no início da década de 60, na Polónia, Jacek A. Ulinski é um artista de fotografia  freelancer há mais de 35 anos.
A sua paixão pela fotografia de Natureza nasceu enquanto prestava serviço militar em muitos locais estranhos pelo mundo fora. Começou pelo preto e branco clássico, vivendo milhares de horas no quarto escuro (nunca são demais), passando a coleccionador de câmaras há mais de 10 anos, além de investigador na área da história da fotografia.

Passou pela fotografia de viagens, retratos e casamentos, vida selvagem e paisagens (viver em Portugal faz com que as aventuras sejam diárias) mas a sua paixão de longa data é a fotografia de flores.
Apaixonado pela sua mulher e pela verdadeiramente única luz de Portugal.
"Através da minha paixão pela fotografia vejo a real beleza da nossa existência”

Kasia Wrona
Em 1991, Kasia graduou-se com mérito na Academia de Belas Artes de Cracóvia, Polónia.
Durante a sua carreira artística, Kasia recebeu reconhecimento profissional e inúmeros prémios tanto na Polónia como no Japão.
Kasia utiliza o desenho, pintura, design gráfico e instalações vídeo para exibir o seu talento. Através destas técnicas diversas os elementos naturais da terra, ar, fogo, água e espaço são revelados como a sua principal inspiração.
Em complemento, Kasia tem desenvolvido a sua paixão pela técnica de pintura icónica.
É uma cofundadora, da Academia de Arte da Marina de Lagos desde 2011 onde ela da aulas de desenho.

Os trabalhos de Kasia são expostos regularmente e foram adquiridos para colecções públicas e privadas em todo o mundo.

Recital Solidário de Piano > Bernardo e Tomás > 6 MAI > 17H




Exposição de Pintura "Coetâneo" > Ildebranda Martins > 7 de Abril > 19h00


terça-feira, 28 de março de 2017

O espectro dos populismos: História e Política > CULTRA > 1 ABR > 11H


PROGRAMA

local: Galeria da Ler Devagar

11h – Abertura 
11h15 - Mesa 1: Populismos, fascismos e nacionalismos 

Cecília Honório: “Populismo - esquerda, direita e demoliberalismo”
Fernando Rosas: “Fascismo, ontem e hoje”
José Manuel Sobral: “Identidades nacionais e processos de globalização”

13h: Almoço

local: 1º piso

14h30 - Mesa 2 : Poder e populismos

José Manuel Pureza: “As migrações como ameaça: populismo, neoculturalismo e políticas de interculturalidade”
João Mineiro: “Política e poder na era da ‘pós-verdade´”
Isabel Estrada Carvalhais: “A falácia do anti-intelectualismo como resposta política”

16h30 – Mesa 3 - Populismo, ideologia e culturas políticas

Luís Trindade: “Populismo entre a ideologia e as culturas políticas”
Francisco Louçã: “Terrorismo e populismo: conceitos, linguagem e uso social”

terça-feira, 21 de março de 2017

Exposição Pintura > 180º > Daniel Xavier > Inauguração > 5 Abril > 18h30 — até 23 ABR


Nas suas obras, Daniel Xavier propõe reflexões pessoais e interpessoais sobre o corpo, valorizado, único, como símbolo de existência; e, simultaneamente, como expressão de mudança de tempos e de costumes, afirmando uma assumida oposição relativamente a estereótipos modernos da sociedade e dos media.

Na sua linha de trabalho, e nas obras aqui integradas, em termos formais, desenvolve uma desconstrução pessoal: através de dois tipos de confrontos: o da quebra das barreiras interpessoais e o antagonismo existente, a mesmo tempo, com a construção permanente do conhecimento e intelecto, bem como do carácter e presença da consciência, dado pela textura da matéria que procura adquirir uma conotação escultórica, onde nos transporta para um mapa de texturas sensoriais em estado de pureza absoluta no que é o espelho do artista, a tela.

Daniel Xavier, artista português, atualmente vive e trabalha em Almada, Portugal. Conta com exposições em Portugal, França e Brasil. 

Eu exploro as minhas ideologias, os meus pensamentos acerca da intimidade humana, criando uma visão de realidade aumentada, transpondo um interior, no exterior em estado de pureza absoluta.

Somos todo um esboço efémero ambulante.

Daniel Xavier

Escrita criativa para crianças > Construção de um Herói > Joaquim Semeano > 23 ABR > 11H30



Quem não conhece Harry Potter, o jovem feiticeiro criado por J.K. Rawling? E quantos já ouviram falar de Frodo, o extraordinário hobbit da saga "O senhor dos anéis"? O que se passa com o Incrível Hulk? Em que mundos anda Peter Pan? E como é Alice, antes e depois de cair pelo buraco? Todos eles, e muitos outros, como Huckleberry Finn, Gulliver ou Oliver Twist, são bem conhecidos heróis da literatura infanto-juvenil.

Nesta sessão vamos conhecer melhor alguns destes personagens inesquecíveis, discutindo as suas características, as suas ideias e as suas ações, e de seguida criaremos os nossos próprios heróis, que talvez um dia possam ser tão famosos quanto Harry Potter ou o Incrível Hulk...

Objectivos
perder o medo da escrita, aprender que escrever pode ser uma atividade divertida e aliciante; ganhar noções sobre a construção de personagens, transmitindo-lhes algo tão importante como o caráter heróico; imaginar uma história, um episódeo, um acontecimento, e transpô-lo para o papel, ganhando, assim, mais à vontade na escrita.

O formador:
Joaquim Semeano tem 51 anos, é jornalista e escritor. Licenciado em Comunicação Social, fez praticamente todo o seu percurso profissional no jornalismo: 25 anos no jornal Record e, desde 2012, na revista Super Interessante. Em 2011, o seu livro "Era Uma Vez Um Nariz" venceu o prémio Maria Rosa Colaço, de literatura infantil, tendo sido publicado em 2013 pelas Edições Vieira da Silva; em 2015, foi publicado, pela Capital Books, o livro "Todas as Caras de um Gato", de micro-contos surrealistas. Foi também em 2015 que Joaquim Semeano iniciou um projeto pessoal de escrita criativa para crianças, na sequência das muitas sessões de leitura dos contos de "Era Uma Vez Um Nariz": o objetivo é proporcionar aos mais novos um conjunto de ferramentas e conhecimentos que lhes permita conviver diariamente, sem medo e sem constrangimentos, com a escrita e a leitura.

Público-alvo: jovens entre os 6 e os 15 anos, que já saibam ler e escrever

Preço: 10 euros por criança (pais podem assistir sem pagar)

Mínimo de inscrições: 6

Contactos para inscrição e pagamento: joakimsemeano@hotmail.com; 91 5050204

Siga o evento no Facebook

sábado, 18 de março de 2017

Sessão Especial > A Criada > 25 MAR > 21h30



Sessão Especial do filme A CRIADA de PARK Chan-wook na Livraria Ler Devagar. (Entrada livre no limite dos lugares disponíveis)

Em complemento, a Ler Devagar preparou ainda uma Selecção de Literatura Erótica que estará em destaque no dia da sessão e durante esse fim-de-semana.

*entrada restrita a maiores de 18 anos

sexta-feira, 17 de março de 2017

NA LIVRARIA FERIN: lançamento do livro "The book of Cesário Verde"



A Livraria Ferin (Rua Nova do Almada, 70), novo projecto da Ler Devagar, recebe o lançamento do livro "The book of Cesário Verde" na próxima quinta-feira, dia 23 de Março.

sexta-feira, 10 de março de 2017

Concerto > Carmina Reyes & Amanda Naugaton > 7 ABR > 21H

Carmina Reyes:
Barely the fist note is sung with Carmina’s smooth voice and the universe decreases and music fills every pore of our folk loving soul. (Der Hollabusch 09/13) Grown up in a little village near Augsburg, Germany, Carmina works and lives since the age of 17 in Munich, where she learned to be a Goldsmith. Inspired of the culture and music scene there she began to write her own songs on her guitar. After a few months at the drawing table and in the studio Carmina Reyes published an album that was released 2014, called Moonflowers.
Her quiet, dreamy and storytelling songs that she sings with her smooth and angel-like voice could soon be heard on many stages in Munich, London and other citys. 
In 2015 she luckily played support for Damien Rice.



Sessão de Contos A PAR > 1, 2, 3 Era Uma Vez > 19 MAR > 16H


quinta-feira, 9 de março de 2017

Life Figure Drawing > Fisionomia & Mímica Facial > 23 e 30 de Março > 18h30 — 21h30



Siga o grupo e evento no Facebook.

AVISO


Por ocasião do LISBOA DANCE FESTIVAL, nos dias 10 e 11 de Março, a partir das 19h, a entrada na Livraria Ler Devagar estará reservada aos portadores de bilhetes do festival.

Apresentação do Livro "A Bíblia não é um livro sagrado" > Mauro Biglino > 22 Março > 18h30


Acabado de editar, em Portugal, o livro que abalou os alicerces do Cristianismo e gerou enorme controvérsia em Itália. 
Profundo conhecedor do hebraico antigo, Mauro Biglino traduziu a Bíblia para o Vaticano, durante muitos anos, até que a verdade das Escrituras se lhe foi revelando, progressivamente, e a sua partilha com o público se tornou um inadiável imperativo de consciência. 
Mauro Biglino não discute a existência de Deus, apenas diz que Ele deve ser procurado algures porque na Bíblia não está nem jamais ali vem referido!

E aqui ficam, desde já, alguns tópicos de um livro que, em Itália, está a fazer estremecer todo o edifício da crença religiosa cristã. Por uma razão simples:
A divindade, entendida na sua acepção espiritual, não está presente no Antigo Testamento. Concretamente, na Bíblia não está Deus nem qualquer culto que Lhe seja dedicado. É por essa razão que o título afirma que a Bíblia não é um Livro Sagrado.

• Quem interveio, ao longo dos séculos, para modificar a Bíblia?
• Seremos vítimas de um grande engano?
• Leia este livro e descubra muito do que está contido na Bíblia:
• Temos apenas uma das muitas bíblias possíveis
• Não sabemos nada sobre quem e quando foi escrita
• A verdadeira natureza da Árvore da Vida tem-nos sido escondida
• Nós somos OGM (Organismos Geneticamente Modificados)
• Deus cansa-se, suja-se e tem fome
• Há 11 livros bíblicos que estão oficialmente desaparecidos
• A criação do homem, entendida como acto divino, é falsa
• O Pecado Original é apenas uma fábula…
• O Deus bíblico não era o pai de Jesus
• Como se constrói uma religião

“Ler Mauro Biglino significa uma vertigem constante. Significa aceitar discutir todas as nossas certezas, influenciadas por séculos de doutrina, de catequese, de tradições populares construídas sobre as fundações do Antigo Testamento como texto revelado, a partir do qual Deus falou à Humanidade.”
Sabrina Pieragostini (Jornalista da Mediaset)

quinta-feira, 2 de março de 2017

Concerto > Helix Trio > 14 ABR > 22H


Sinopse:

Em apresentação da 1ª demo "Helix Trio"

Helix Trio é um projecto de música instrumental composto por dois guitarristas - André Pedroso Rocha e Rafael Osório de Castro - e as várias percussões de Tiago Moura. As músicas variam entre Blues, Jazz & Funk numa mistura experimental entre Rock & Roll. 
Estão em apresentação da sua primeira demo lançada no início de 2017 "Helix Trio". 


Sobre:
A meio do ano de 2016, os Helix Trio gravam e publicam online uma amostra chamada 'Troubadours', que lhes permite começar a primeira vaga de concertos na área do centro de Lisboa. No Verão conseguem a oportunidade de tocar num bar e num hotel no Funchal. Quando voltam, continuam em apresentação do projecto em bares e associações em Lisboa até Novembro, dando aí o início da pre-produção e gravação da 1ª demo. Esta é um cartão de visita do projecto para que possam começar a espalhar as suas ideias por todos os cantos do país.

"Em matemática a hélice ou helix é descrita como uma curva no espaço tridimensional que combina um movimento de rotação em torno de um ponto com um movimento de translação deste ponto..."


Apresentação do Livro "Fear, Space and Urban Planning: A Critical Perspective from Southern Europe" > Simone Tulumello > 9 Março > 18h30


Apresentação do Livro "FearSpace and Urban Planning: A Critical Perspective from Southern Europe"(Springer, 2017) de Simone Tulumello (Instituto de CIências Sociais, ULisboa).

5ª feira dia 9 de Março 2017, às 18.30 na livraria Ler Devagar (na LX Factory)


Oradores:

- João Ferrão (Instituto de Ciências Sociais, ULisboa);
- João Seixas (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, UNL; Ler Devagar);
- Susana Araújo (Centro de Estudos Comparatistas, ULisboa);
- e o autor.

Sinopse:

Os cidadãos dos países ocidentais gozam das sociedades mais seguras de sempre, porém são os que se preocuparam mais com o crime e a violência. Quais relações existem entre os fenómenos socio-espaciais recentes e a crescente relevância dos discursos em torno da segurança? Será que o medo nas cidades seja uma consequência inevitável da vida urbana contemporânea? O talvez existe algum uso político desse medo? Será que os discursos sobre a segurança possam ser utilizados como instrumentos de poder nas políticas urbanas? E será que a prática do planeamento urbano possa contribuir para enfrentar o medo?
Para responder a essas perguntas, FearSpace and Urban Planning as relações entre o medo urbano, os discursos retóricos sobre o crime e a violência, o espaço urbano e a prática do planeamento – e usa dados empíricos recolhidos em Palermo e Lisboa para focar-se nas cidades do Sul da Europa. O livro tem dois objetivos: construir uma teoria crítica, exploratória e compreensiva das relações entre medo, espaço e planeamento; e enriquecer os estudos recentes sobre as geopolíticas urbanas, que são principalmente focados nas cidades globais, através duma perspetiva de cidades “comuns”. Em suma, o livro questiona se, e até que ponto, a produção das paisagens contemporâneas do medo esteja emergindo como uma política económica urbana.

Mais informação:

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Workshop > Iniciação ao Jazz Vocal > 5 MAR > 17H — 21H



DIRECÇÃO E COORDENAÇÃO:
Luis Bragança Gil.

DESTINATÁRIOS:
Este workshop destina-se a todos aqueles que gostam de cantar Jazz, dentro do swing rítmico e harmónico que lhe é característico, e que gostariam de participar numa fusão de várias vozes que canta em vários naipes, construindo todo sonoro/musical. Haverá também espaço para a imaginação vocal, com espaço para a Improvisação.

CANDIDATOS:
Se tens ouvido musical e gostas de cantar (gostas de cantar de memória canções e/ou criar novas vozes e/ou Improvisar, nem que seja no carro, na banheira, por cima de gravações
de discos…), e queres ir mais longe, soltar a “franga”, explorar melhor as tuas qualidades, candidata-te.

CALENDÁRIO E HORÁRIOS:
DOMINGO, 5 de Março, das 17h às 21h.

CUSTO:
15 Euros, pagos até dia 28 de Fevereiro.

CONTEÚDOS:
Experimentação de técnicas específicas da voz para se cantar Jazz, entre as quais o scat-singing; exploração de timbres dentro de cada voz; o swing como base rítmica, e a exteriorização corporal
que lhe está associada; cantar standards de jazz em grupo, a várias vozes diferentes.

MATERIAL NECESSÁRIO:
Boa disposição, voz sem complexos, energia criativa, roupa e sapatos confortáveis.

INSCRIÇÃO:
Para se inscrever envie um mail para workshoplbg@gmail.com Receberá uma Ficha de Inscrição e instruções para o pagamento. A sua inscrição só é considerada válida após a boa recepção da cobrança.

BREVE BIOGRAFIA DE LUIS BRAGANÇA GIL:
Luis Bragança Gil é um músico com várias facetas: Compositor, diretor coral, professor, criador de
instalações e de performances, autor de espectáculos de teatro musical, entre outras. Apresentou os seus trabalhos na Gulbenkian, CCB, Casa da Música, Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Carlos Alberto, Teatro do Bairro entre outros locais. A convite de várias instituições tem realizado regularmente cursos de direcção coral em Portugal e em Espanha, assim como vários workshops de
voz, de técnica vocal ou na área da criação/experimentação vocal e Jazz Vocal. Ultimamente tem-se dedicado ao desenvolvimento de uma linguagem de Direcção Criativa, método de criação de uma obra em tempo real com base na Improvisação Livre dos músicos de um ensemble. Para isso formou o Open Mind Ensemble, e realiza regularmente workshops com vozes solistas, pretendendo formar
futuramente uma ImproVoices Orchestra.

MAIS INFO:
Teaser Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=3XsFM6E_Tts
Facebook:
www.facebook.com/luis.bragancagil

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Concerto > Vocal Band Lx-Factory > 18 MAR > 22H


Aviso > Nova entrada LXFactory



A cidade de Lisboa tem em curso uma série de obras de beneficiação e requalificação de vias, passeios e praças.

No Largo do Calvário, que é muito importante para o acesso à LX Factory, começou a primeira fase dessas obras que provocou já alguns condicionamentos de trânsito.
Nesse âmbito, a partir de 4ª feira 1 de Março, o acesso automóvel à LX Factory passa a fazer-se pela Avenida da Índia.

As alterações à circulação e os respectivos desvios de trânsito serão devidamente coordenados no local por Entidade Policial e pela equipa de Segurança, no interior da LX Factory.