sábado, 22 de abril de 2017

Concerto > Vatsun + João Tamura > 28 ABR > 21H30

Vatsun pode significar “palavra” ou "discurso" em sânscrito, e designa um estilo poético. Como nome desta viagem, Vatsun homenageia a origem, que agora é tomada agora pela vida das suas canções. Na música, as delicadas melodias de piano são recortadas por batidas pesadas e ameaçadoras. Nas palavras, uma homenagem à vida. Vatsun tenta criar originalidade quando é quase impossível, porque o que importa mesmo é só cantar outra vez.

Vatsun é um projecto independente de música electrónica com canções em português. É formado por Sérgio Deuchande que canta, escreve e produz as batidas eletrónicas, e por Bruno Garcez que toca Microkorg e assiste na composição e produção musical.


Siga o evento no Facebook

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Concerto > Before You Go > 27 MAI > 22H00



Os Before You Go estão a levar aos palcos o primeiro álbum de originais. O rock alternativo é o género com mais protagonismo na banda formada pelo Regi na guitarra, Florian na bateria, Nuno no baixo e a Mariana na voz e sintetizador. A formação existe desde 2014 e este ano contam ter disponível o álbum em formato físico e digital.

Workshop > Prevenção do Fracasso > Não Conhecer os Clientes > 4 MAI > 14H00



Mais informação em failproofbusiness.academy/workshops.

Workshop > Semana do Empreendorismo > Não há interesse no Mercado > 3 MAI > 18H30




Visionamento da Série "Couples - How I Met My Ex" > 6 de Maio > 21H00



Carolina Deslandes > Apresentação do Blog > A vida toda > 20 de Abril > 18h30


domingo, 16 de abril de 2017

Sessão de Contos e Música > Lançamento dos cadernos de contos > António Gouveia > 21 ABR > 19H00



António Gouveia, autor e contador de histórias junta-se aos músicos André Matias (contrabaixo) e Daniel Matias (saxofone) para apresentar os seus cadernos de contos "batata doce assada com leite condensado", "desces as escadinhas e viras à esquerda" e "estimado cliente".

Estes cadernos de contos, em edição de autor e em formato de literatura de cordel, são uma forma de partilhar os textos e o imaginário narrativo deste contador de histórias, nascido em Benguela.

Vivências pessoais, episódios ímpares, situações estranhas, observações do quotidiano, invenções do quotidiano... tudo se junta para desfilar num discurso narrativo ou em textos que nos apresentam uma outra perspectiva.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Concerto > Sophie Hutching / Lucas > 29 ABR > 19H00


Sophie Hutchings


Desde os seus primeiros anos a tocar piano enquanto mais ninguém se encontrava em casa dos pais, a australiana Sophie Hutchings tornou-se, nos dias de hoje, numa compositora e interprete reconhecida mundialmente.

Frequentemente comparada a Michael Nyman, Max Richter, Dustin O'halloran, Nils Frahm, Sophie tem recebido críticas bastante elogiosas, tendo a MOJO Magazine descrito o seu trabalho como "vigoroso, enérgico e extremamente melódico". O álbum de estreia figurou no Top 5 das produções independentes desta conceituada publicação, tendo continuado a impressionar e a receber mais elogios desde então. As composições de Sophie são emotivas, de um certa ingenuidade até, mas simultaneamente cheias de ironia, convidando-nos a uma escuta atenta e absorvente através das surpresas que é capaz de criar.

Nos seus concertos, Sophie equilibra a beleza da fragilidade com um profundo sentimento de urgência. Há uma densidade que tanto nos pode conduzir para territórios de um certo encantamento, como para zonas mais sombrias. É esta capacidade rara de reunir polos tão opostos que tornam o seu trabalho tão distintivo, conferindo uma visão autoral bem vincada.

As suas composições são a manifestação de um universo bastante variado ora de melodias elegantes e envolventes ora de momentos mais épicos e urgentes. Juntamente com o piano, o recurso ao violino e violoncelo permitem expandir o horizonte que as suas composições podem adquirir, ao mesmo tempo que lhe dão corpo e aprofundam as pequenas matizes e ligam cada pequeno detalhe tão característico do trabalho de Sophie Hastings.

SPOTIFY | Sophie Hutchings

VIDEO | Sunlight Zone | Shadowed | Live at ABC National Radio

WEBSITE | www.sophiehutchings.com


FACEBOOK | www.facebook.com/SophieHutchingsMusic

Siga o evento no Facebook.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Dia Mundial da Fotografia Estenopeica > Oficina de Fotografia Estenopeica > 29 ABR das 12h às 18h > 30 ABR das 11h às 15h





Para mais informação:

Site do Dia Pinhole
Blog BURACODEAGULHA
Blog Câmara Estenopeica
Página de Facebook Pinholadas
Grupo de Facebook

Coloque questões:
pinholeiro@gmail.com


As ferramentas e restantes materiais serão disponibilizados
Apoio da oficina:  10 pinholadas 
Tragam uma pen




Concerto > Duo Corcova > 20 MAI > 20H30


Duo Corcova; Laura van de Woord (violino) e Jeroen Hobbel (guitarra). O duo foi formada em 2002 através do interesse comum na música clássica e world music.
Com estes estilos que eles executam na Holanda e no exterior. Em 2012, eles fizeram o seu CD de estréia “Violino e Violão ‘em Tam Tam estúdio de Lucas van Merwijk. Em dezembro de 2014, o CD lançado Bacalhau, novamente em esferas brasileiras. No ano passado eles foram a várias vezes na Radio 1 no programa ‘Vroege Vogels’ na Holanda. Eles também foram ouvidos no programa “Brazilian Blend” e ATOS Radio. Além de dar concertos ambos trabalham como professores de música em Cascais, Portugal.

Laura van de Woord estudou violino com Kati Sebestyen no Conservatório em 2000 e recebeu sua diploma. Durante o estudo frequentou vários cursos de aperfeiçoamento para música de câmara, com Storioni Trio e Alexander Hrisanide e outros. Participou em vários cursos de música de câmara na Suíça, Espanha e Áustria. Depois de seus estudos ela foi treinada no violino de Andras Czifra e a viola com Ervin Schiffer. O pianista americana Susan Mc.Adoo deram concertos na América. Ela interpreta sólida na Orquestra Cantata Wilhelmina em Dordrecht. Aqui eles substituído o ano passado, o concertino Jouke van der Leest. De setembro de 2002 até julho 2015 lecionou na ToBe cultural (escola da música) e toca em vários conjuntos de música de câmara, incluindo o
Duo Corcova e o Art du Monde Ensemble.

Jeroen Hobbel estudou guitarra classica com Hans van Goch e Dick Hoogeveen no Conservatório de Roterdão, onde se graduou em 2000. Frequentou masterclasses com John Mills e Dick Visser. Então ele atirou-se por um tempo cheio de entusiasmo com o estudo “Tango Argentino” também no Conservatório de Roterdão. Ele foi associado a partir de 2005 até julho de 2015 para ToBe cultural (escola da música) professor de guitarra e direção musical da orchestra. Jeroen tem nos últimos anos fez um membro de vários conjuntos, incluindo: Guitarras Porteñas e Nuevos Tangueros. Atualmente ele toca nos seguintes conjuntos: Duo Corcova e o Art du Monde Ensemble. Ele deu vários conjuntos em casa e concertos no exterior. Actuou como solista com orquestras e coros.

Site, Facebook

Exposição Juvebêdê > 20 Anos em Imagens > 25 ABR — 6 MAI


Blog JUVEBÊDÊ

Site

Facebook

quinta-feira, 6 de abril de 2017

The Therapist: Lançamento > As 5 Cores da Cozinha Saudável > 27 ABR > 19H



Receitas simples, rápidas e deliciosas (e sem açúcar!) da autora do blogue Made by Choices.

Vânia Ribeiro estava já no terceiro ano de Psicologia, quando o acaso lhe bateu à porta e, num curso de massagem indiana, descobriu a Naturopatia. Foi uma revelação. Decidiu começar do zero e mudar de vida. E mesmo a tempo. Tinha problemas de saúde desde a adolescência, gripes frequentes, acne severa, quistos na mama... Os médicos não ajudavam, ou ajudavam pontualmente. E a dieta, essa continuava na mesma: alimentos processados, muito açúcar, muitas batatas fritas.  Depois de concluir o curso de Naturopatia, ainda tinha problemas. Mas nessa altura já tinha os conhecimentos para se curar. Começou a encarar a sua saúde de uma forma holística. E percebeu que estava na hora de pôr o avental e ir – a contragosto – para a cozinha.
Hoje a Vânia, aos 30, tem muito mais saúde e energia do que tinha aos 20. E apenas precisou de reformular radicalmente as sua escolhas alimentares (daí o nome do seu popular blogue, Made by Choices). Acabou com os alimentos processados e com o açúcar. Dedicou-se em primeiro lugar aos vegetais. E começou a fazer magia na cozinha.
Este livro mostra tudo o que a Vânia aprendeu. Sempre vegetais, sempre sem açúcar. E tudo organizado em função das cores, porque elas transmitem estímulos, vibrações e informações importantes acerca do alimento. Cada cor ou pigmento de um alimento corresponde a determinados fitonutrientes essenciais para a protecção, defesa, regeneração e eliminação de toxinas do nosso organismo.

Conheça o espaço The Therapist